Drina De Niro diz que pílulas anticoncepcionais mataram o filho de Leandro De Niro, Rodriguez

A atriz Drina De Niro disse que “pílulas de fentanil contendo fentanil” causaram a morte de seu filho, Leandro De Niro Rodriguez, que morreu no domingo aos 19 anos.

Drina De Niro, filha do duas vezes vencedor do Oscar Robert De Niro, respondeu a uma pergunta no Instagram sobre como seu filho morreu.

“Alguém vendeu a ele pílulas revestidas de fentanil que eles sabiam que eram atadas com cadarços e ainda as vendem para ele, então, para todas essas pessoas que ainda estão comprando e vendendo essa merda, meu filho se foi para sempre”, disse ela.

Abrir formato de imagem

Foi em uma postagem em que ela agradeceu às pessoas “pela demonstração de amor e apoio” e pediu privacidade para o luto.

Um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York confirmou na segunda-feira revista pessoas Um homem inconsciente foi encontrado em um apartamento no centro da cidade e declarado morto na tarde de domingo.

Drena De Niro anunciou a morte de seu filho, com quem ela apareceu em “Nasce uma estrela”, em um post comovente no Instagram.

“Meu lindo lindo anjo”, escreveu ela.

Ela disse: “Eu te amei além das palavras ou descrição desde o momento em que te senti no meu estômago.” “Você era a alegria do meu coração e tudo o que era puro e verdadeiro na minha vida. Eu queria estar com você agora. Eu queria estar com você.”

Robert De Niro disse em um comunicado que estava “triste com a morte de meu amado neto, Leo”.

READ  Wolfgang Van Halen se casa com Andrea Alsop, homenageando seu pai Eddie Van Halen

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top