Rússia baniu todos os eventos internacionais de patinação após a invasão da Ucrânia

LAUSANA, Suíça – A Rússia foi excluída de todos os eventos internacionais de patinação artística, pois as sanções esportivas continuaram a aumentar nesta terça-feira após a invasão russa da Ucrânia.

Um dia depois que as equipes russas foram banidas do futebol favorito do presidente Vladimir Putin, rugby e hóquei – decisões mantidas pelo Comitê Olímpico Internacional – a decisão da União Internacional de Patinação afastou a Rússia de outro esporte altamente popular em casa.

A ISU disse que nenhum atleta da Rússia ou de sua aliada Bielorrússia será convidado ou autorizado a participar de seus eventos até novo aviso.

“O Conselho da ISU reitera sua solidariedade com todos os afetados pelo conflito na Ucrânia, e nossos pensamentos estão com todo o povo ucraniano e com o país ucraniano”, disse a ISU em comunicado.

Com exceção dos patinadores artísticos russos, os campeonatos mundiais de patinação artística devem ocorrer no final deste mês sem a medalhista de ouro olímpica Anna Shcherbakova e a companheira de equipe Kamila Valyaeva, que estava no centro de uma disputa de doping não resolvida nos Jogos Olímpicos de Inverno do mês passado.

A Federação Internacional de Voleibol disse nesta terça-feira que privou a Rússia dos direitos de sediar os campeonatos mundiais masculinos em agosto e setembro e buscaria sediar um ou mais outros países.

“Será impossível preparar e sediar o Campeonato Mundial na Rússia devido à guerra na Ucrânia”, disse a Federação Internacional de Voleibol.

READ  Bloqueio da MLB termina como donos, jogadores concordam com novo CBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *